Répteis e anfíbios Pitão-da-Birmânia (Python molurus bivittatus)

Pitão-da-Birmânia (Python molurus bivittatus)


Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Squamata
Subordem: Serpentes
Família: Pythonidae
Género: Python
Espécie: P. molurus
Subespécie: P. m. bivittatus

Outros nomes:
Burmese Python (Inglês)
Python birman (Francês)
Pitón de birmania (Castelhano)

Distribuição geográfica:
Nativas do Bangladesh, Camboja, China, Hong Kong, Índia, Indonésia, Laos, Myanmar, Nepal, Tailândia e Vietname.

Introduzidas nos Estados Unidos e em Singapura.

Comprimento e peso:
Até cerca de 7 metros e 135 quilos de peso.

longevidade:
Estimada em cerca de 16 anos.

Estatuto de conservação:
Vulnerável (IUCN 2012)


Notícias
Pitão gigante capturada nos Everglades
Estados Unidos
Desde há muito que o aparecimento de pitons-da-Birmânia assusta as populações e autoridades da Flórida, pois são cada vez mais e maiores, e cada vez ocupam mais espaço fora dos Everglades, sem que se arranje uma forma de controlar a praga de cobras invasoras que assola aquela região.
Homem tropeça em cobra gigante num passeio
Estados Unidos
Era uma tarde perfeitamente normal na cidade americana de Tarpon Springs, na Flórida, e um cidadão passeava tranquilamente o seu cão quando tropeçou em algo. Assim que recuperou o equilíbrio, nem queria acreditar: tinha tropeçado numa pitão-da-Birmânia com mais de 4,00 metros de comprimento! Loren Mell chamou de imediato a polícia, que recolheu o animal sem qualquer tipo de problema, já que o réptil parecia estar habituado a estar com humanos.

Publicidade


Galeria fotográfica

Classificados
São Paulo, Brasil
Venda de Filhotes
Porto, Portugal
Procuro Cavalo Lusitano
Carnaxide, Portugal
Cão encotrado em Carnaxide


Bicharada.net
Contacto
Login
Privacy policy