Animais Dicas Canis & Gatis Parques Zoos Clínicas Lojas Hotéis
Praga de ratos leva fome a Mizoram
2008-07-27 » Índia
Mizoram é um estado Índia onde, aproximadamente, de cinquenta em cinquenta anos, existe uma praga de ratos que depois, só por si, acaba por se extinguir. Esta praga é provocada pelo nascimento a cada meio século de uma quantidade anormal de bambú, a que os locais chamam Mautam. Apesar de os animais se multiplicarem com a abundância de bambú, a verdade é que o seu apetite é voraz e devoram tudo o que encontram. Nestes anos, o número de ratos multiplica-se, dado haver uma quantidade anormal de alimento, mas passados cerca de dois anos o alimento começa a faltar e o número de ratos baixa rapidamente.

Apesar de os ratos desaparecerem normalmente findo esse período, a devastação provocada demora cerca de vinte anos a ser ultrapassada. Da última vez que aconteceu, no final dos anos 50 e início dos anos 60, a fome provocada pela falta de alimento disponível para a população acabou por quase criar um conflito armado. Esta situação durou anos, apondo as autoridades ao povo local faminto e sem possibilidade de arranjar alimento, e só um programa de emergência que foi implementado conseguiu serenar as populações que, com o passar dos anos, conseguiu voltar a produzir alimento em quantidade e tudo ficou calmo até há cerca de dois anos.

Nessa altura, o velho Mautam voltou e, com ele, a incontrolável praga de roedores. Como sempre acontece nestas alturas, e apesar de as populações saberem que estava para acontecer, pelo conhecimento que se vai transmitindo oralmente entre gerações, pouco ou nada foi feito preventivamente e a praga invadiu novamente todo o estado, levando consigo toda a produção de cereais. Estima-se que só esteja a sobrar 10% do alimento que, normalmente, o Estado produz.
Para agravar a situação, já passaram os dois anos que normalmente a praga demora a desaparecer e parece que, desta vez, continua a aumentar descontroladamente o número de animais, atingindo já outros estados da região e chegando mesmo ao vizinho Bangladesh. Um dos motivos que pode ter levado a este descontrolo da praga, pode ser a falta de cobras, que se alimentam destes animais e que, por serem caçadas de forma sistemática devido aos elevados preços que as suas peles atingem no mercado, deixam de ser factor de ajuda para controlo da praga.

As autoridades puseram mais uma vez em marcha um plano urgente de alimentação das populações famintas mas, mesmo assim, a situação continua muito difícil e ninguém sabe verdadeiramente como, nem quando, vai ficar controlada.
Notícias
Linguagem do cão-da-pradaria surpreende investigadores
Estados Unidos
Os sons que os cães-da-pradaria emitem podem ser de tal forma complexos que já se põe a hipótese de serem em maior número do que os que os golfinhos ou os macacos usam. Se tal se vier a confirmar, é a segunda linguagem, em termos de sons e vocalizações, depois da dos humanos.
Nova espécie de rato gigante descoberta
Papua Nova Guiné
Uma nova espécie de rato, não descrita pela ciência, mas conhecida dos habitantes que vivem em redor do Monte Bosavi, foi pela primeira vez filmada por uma equipa da BBC que se encontra no local a realizar um documentário a que vai chamar Lost Land of the Volcano.
Cidade alemã de Hamelin sofre novamente com os ratos
Alemanha
Nem mais! Esta é a cidade que, segundo a lenda, se viu livre de uma praga de ratos que a tinha assolado e que um único homem com uma flauta conseguiu que o seguissem, deixando a cidade livre destes roedores.
Paris declara guerra aos ratos
França
As autoridades parisienses, cansadas de ver a sua cidade invadida por milhões de ratos - os números mais optimistas dizem ser cerca de dois milhões de roedores - declararam guerra a estes animais. Mas, como a tarefa parece ser quase impossível de levar a cabo apenas pelas autoridades sanitárias, decidiram envolver os habitantes e as empresas nesta mega-operação.
Roedor raro é filmado pela primeira vez
China
Uma espécie rara de roedor foi pela primeira vez filmada por uma equipa de biólogos da Sociedade Zoológica de Londres, no Deserto de Gobi, que pertence à China e à Mongólia. Esta espécie já era conhecida mas, dada a sua raridade, nunca tinha sido filmado.
Canis & Gatis

AFECTU

Aveiro, Portugal

Parques

Reserva Parcial de Mavinga

Cuando Cubango, Angola

Zoos

Zoológico Paraíso das Aves

São Paulo, Brasil

Zoo Park Rio

Rio de Janeiro, Brasil

Clínicas

Hospital de Equinos Fernando Mattos

Distrito Federal, Brasil

Alcides Azevedo Roessler

Rio Grande do Sul, Brasil

Lojas

João Alves Santos Filho

São Paulo, Brasil

A Casinha dos Pássaros

Setúbal, Portugal

Hotéis

Just Delight

São Paulo, Brasil

Dog Dealer

Lisboa, Portugal