Golfinho-de-commerson (Cephalorhynchus commersonii)


Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Cetacea
Subordem: Odontoceti
Família: Delphinidae
Género: Cephalorhynchus
Espécie: C. commersonii

Outros nomes:
Commerson's Dolphin (Inglês)
Piebald Dolphin (Inglês)
Skunk dolphin (Inglês)
Panda dolphin (Inglês)
Dauphin de Commerson (Francês)
Delfín de Commerson (Castelhano)
Jacobita (Castelhano)
Delfín pío (Castelhano)
Tunina Overa (Castelhano)
Commerson-Delphin (Alemão)

Distribuição geográfica:
O Golfinho-de-commerson pode ser encontrado no Sudoeste do Oceano Atlântico, no Sudeste do Oceano Pacífico, e no Sul do Oceano Índico, nas águas da Argentina, Ilhas Folkland, Chile e em redor do arquipélago de Kerguelen, ocasionalmente podem vaguear até ao Brasil ou à África do Sul.

Alimentação:
Na base da alimentação do Golfinho-de-commerson está o peixe, os invertebrados marinhos e algumas espécies de algas.

Estado de conservação:
Esta espécie não parece correr para já qualquer tipo de risco, uma vez que os vários grupos que compõem o número total de indivíduos ou se mantêm estáveis ou apresentam um pequeno crescimento. Apesar de em alguns locais serem caçados de fora tradicional e outros serem inadvertidamente vitimas da pesca industrial, a capacidade de recuperação parece ser suficiente para uma estabilidade dos números e da variedade genética.

Na patagónia, por exemplo, estes animais tem sido responsáveis por um aumento significativo do número de turistas que ali se deslocam para os observar, pelo que tem sido muito protegido pelas populações e autoridades oficiais, permitindo assim o crescimento do número de animais referenciados.

Gestação e maturidade sexual:
Os Golfinho-de-commerson atingem a maturidade sexual por volta dos 5 e os 9 anos.

Reprodução:
A gestação destes animais dura entre 10 e 12 meses, findos os quais nasce uma cria.

Tamanho:
Esta espécie pode atingir 1,5 metros de comprimento e pesar até 65 quilos.

Longevidade:
Estimada num máximo de 23 anos na natureza, um pouco mais em cativeiro, no entanto em liberdade vivem na maioria dos casos até aos 15 anos.

Estatuto de conservação:
Dados insuficientes (IUCN 2008)

Referências:
ADW - Animal Diversity Web - University Michigan
IUCN - International Union for Conservation of Nature and Natural Resources
CMS - Whales & Dolphins


Publicidade


Galeria fotográfica

Classificados
Campinas, Brasil
Vilac Clínica Veterinária


Bicharada.net
Contacto
Login
Privacy policy