Animais Dicas Canis & Gatis Parques Zoos Clínicas Lojas Hotéis
Linguagem do cão-da-pradaria surpreende investigadores
2010-02-06 » Estados Unidos
Os sons que os cães-da-pradaria emitem podem ser de tal forma complexos que já se põe a hipótese de serem em maior número do que os que os golfinhos ou os macacos usam. Se tal se vier a confirmar, é a segunda linguagem, em termos de sons e vocalizações, depois da dos humanos.
Esse é, pelo menos, o resultado de um estudo apresentado por um investigador da Universidade do Arizona, de nome Com Slobodchikoff, que estudou estes animais oriundos da América do Norte, que vivem em colónias que podem atingir várias centenas de animais, o que faz desta espécie um inimigo para os agricultores.

Segundo este especialista em cães-da-pradaria, um dos animais do grupo que esteja de alerta - o que acontece permanentemente - avisa o resto da colónia se determinado predador se aproxima. Mais curioso é o facto de também descrever o predador. Ou seja, não existe apenas um som para coiote, mas vários - para coiote grande, pequeno, gordo ou magro, claro, escuro, rápido ou lento – permitindo fornecer todas as informações possíveis sobre o predador que se aproxima e, assim, cada elemento da colónia adopta um comportamento em função da informação que recebe do vigia permanente da colónia. Tudo isto é comunicado utilizando vocalizações diferentes, com modulações diferentes e ritmos diferentes, tornando a comunicação destes animais extremamente complexa, a um nível que nunca se suspeitou que uma espécie, para além dos humanos, pudesse ter.

Para chegar a estes resultados, foram necessários mais de trinta anos de recolha permanente de dados e gravações de colónias de animais feitas por Slobodchikoff e a sua equipa. Para ir confirmando estes dados, foi necessário ouvir repetidamente os sons emitidos por vários vigilantes, de várias colónias, com vários tipos de predador, viesse o perigo do céu ou de todos os predadores terrestres que estes animais temem, e que são muitos.

Para já, ficam com o prémio para a espécie selvagem com mais vocalizações, até que outro estudo venha alterar estes resultados agora apresentados, com uma outra qualquer espécie, que nos surpreenda mais, ou menos.
Notícias
Guia de Adoção Responsável
Portugal
Em Portugal, a taxa de abandono de animais de companhia aumentou em mais de 30% nos últimos anos, o que se traduz numa média de 119 animais abandonados por dia. Explicações? A pandemia agravou este comportamento, mas não é a única razão.
Itália
Um cão foi retirado de entre os escombros em Amatrice, Itália, depois de ter estado nove dias sob as ruínas da casa onde vivia com os donos. Aparentemente, o cão, de nome Romeo, estaria no piso inferior da casa, ao contrário dos donos, que dormiam no piso superior.
Jardim Zoológico comemora Dia Mundial do Tigre
Portugal
No próximo dia 29 de Julho, sexta-feira, conhecer o Tigre-da-sibéria e o Tigre-de-sumatra e aprender a estimular os comportamentos naturais desta espécie são os desafios lançados pelo Jardim Zoológico.
Estados Unidos
São muitos os estudos que atribuem à companhia dos animais algum tipo de saúde para os donos. Agora, um novo estudo aponta particularmente para beneficios ao nível da saúde vascular para as mulheres.
Portugal
Foram muitos anos e muitas pessoas envolvidas dos dois lados da fronteira para que o lince-ibérico pudesse ter futuro. No período de duas semanas, as notícias que todos esperavam há anos surgiram, primeiro Jacarandá depois Lagunilla, duas das fêmeas libertadas em Portugal, tinham tido as suas primeiras crias, e havia pequenos linces para demonstrar que todo o investimento pessoal dos muitos envolvidos neste processo tinha valido a pena.
Canis & Gatis

Casa dos Animais de Lisboa

Lisboa, Portugal

AFECTU

Aveiro, Portugal

Zoos

Aquário Vasco da Gama

Lisboa, Portugal

Lojas

Hobby Shop

Évora, Portugal

Cãopany Center Pet Shop

São Paulo, Brasil

Hotéis

Pensão Rio-Mar

Coimbra, Portugal

Hotel Canino de Odivelas

Lisboa, Portugal