Animais Dicas Canis & Gatis Parques Zoos Clínicas Lojas Hotéis
Barragens de Sintra recebem espécies em risco
2014-06-01 » Portugal
Os lagos e barragens da Tapada de Monserrate, em Sintra, situadas em pleno Parque Natural Sintra-Cascais, estão desde há algum tempo a ser preparados para receber nas suas águas algumas das espécies que sempre viveram na Bacia Hidrográfica de Colares, mas que desapareceram na totalidade, ou quase, com a introdução de espécies invasoras, como as carpas, os lagostins e os achigãs, que foi necessário erradicar para dar corpo a este importante projecto de reintrodução de espécies ameaçadas da fauna portuguesa.

No início da Primavera, as barragens da Tapada de Monserrate receberam as primeiras bogas-portuguesas e escalos-do-sul. A partir de agora, muito mais trabalho há a fazer, já que as condições vão ter de ser controladas para que todo este trabalho tenha os resultados que todos os envolvidos se propuseram e no qual investiram o seu tempo e dedicação.

Estas espécies que agora se tentam reintroduzir sempre tiveram na região o seu lugar. No caso da boga-portuguesa (I. lusitanica), é uma espécie endémica das bacias do Tejo e do Sado, Colares, Cheleiros e da Samarra. O seu estatuto de conservação está classificado no Livro Vermelho dos Vertebrados Portugueses como «Criticamente em Perigo» e tem recebido desde há algum tempo a atenção daqueles que querem proteger esta espécie. O escalo-do-sul (S. pyrenaicus), além de apresentar a mesma distribuição que a boga-portuguesa, ocorre também no Guadiana e em algumas regiões de Espanha, e está também no Livro Vermelho dos Vertebrados Portugueses com espécie em «Em Perigo», sendo em Espanha considerada «Vulnerável».

Sintra pode ser assim um porto seguro para estas espécies e tornar-se uma maternidade que, no futuro, possa levar peixes a repovoar outros locais onde no passado era possível encontrá-los.
Notícias
Nova exposição temporária do Oceanário abre a 22 de abril
Portugal
Rodrigo Leão compõe para a exposição «Florestas Submersas by Takashi Amano»
A nova exposição temporária do Oceanário de Lisboa, abrirá ao público no dia 22 de abril. «Florestas Submersas by Takashi Amano», apresentará o maior «nature aquarium» do mundo através de uma visita pelas florestas tropicais acompanhada de uma composição inédita de Rodrigo Leão.
Escoócia
Repetidamente se lê e ouve que alguns animais de estimação realizam tratamentos médicos de valor avultado. Neste caso, trata-se de um peixinho vermelho que teve de realizar uma cirurgia e, o dono não olhou aos custos para que o seu amigo tivesse o melhor tratamento possível.
Estados Unidos
Um dos mais estranhos e raros peixes conhecidos, o Demónio-negro-do-mar, também conhecido como peixe-diabo-negro, (Melanocetus johnsonii), foi filmado e capturado no seu habitat por investigadores do Instituto de Investigação do Aquário de Monterey Bay da Califórnia.
Atum-rabilho vendido por preço recorde
Japão
Teme-se pela sua extinção e são em alguns mares protegidos por leis rigorosas, mas a cada ano que passa são mais apreciados pelo mercado japonês, onde o preço sobe em flecha todos os anos por esta altura.
Vaga de ataques de tubarões-brancos preocupa autoridades
Austrália
Depois de, em apenas 10 meses, cinco casos mortais ocorridos em praias australianas terem sido atribuídos a tubarões-brancos, as autoridades estão atentas ao problema e a pensar numa forma de proteger os banhistas.
Parques

Reserva Parcial de Luiana

Cuando Cubango, Angola

Parque Nacional do Caparaó

Minas Gerais, Brasil

Zoos

Mini Zoo Murycana

Rio de Janeiro, Brasil

Clínicas
Hotéis

Estalagem a Gruta do Rio

Lisboa, Portugal

Pousada Nova

Santa Catarina, Brasil