Animais Dicas Canis & Gatis Parques Zoos Clínicas Lojas Hotéis
Baleia arroja na Parede
2016-01-10 » Portugal
Uma baleia-comum juvenil, com um comprimento estimado de 8 a 10 metros de comprimento, arrojou junto às rochas, perto da Praia da Parede, na tarde do último Sábado.

Já morta, por causas ainda desconhecidas, a baleia terá sido atirada para aquele local devido ao mau tempo e à forte agitação marítima que se tem feito sentir em toda a costa e território continental.

As autoridades estão a acompanhar o caso em permanêcia, não só para encontrar a melhor solução para retirar dali o que resta da baleia, mas também na expectativa de saber o que as próximas marés poderão fazer, já que a carcaça deste grande mamífero tanto pode manter-se no local, ser arrastada para uma zona de areia (o que facilitaria os trabalhos de remoção), ou pelo contrário tornar-se um problema para a navegação marítima.

As Baleias-comuns - ou Baleias-Fin, entre outras denominações - podem atingir mais de 20 metros quando atingem a idade adulta, são viajantes de todos os oceanos e podem ser encontradas ao longo de toda a costa portuguesa. Contudo, este tipo de aparecimento neste local não é de todo comum, o que levou ao local centenas de curiosos, que muito dificilmente terão outra oportunidade de voltar a ver um animal desta magnitude, morto ou vivo, tão perto do Estuário do Tejo ou em qualquer outro local a partir da linha de costa.

Em 2013, o estatuto de conservação desta espécie era considerado «Em Perigo», segundo o Livro Vermelho da IUCN, estimando-se que possam existir mais de 100000 exemplares a percorrer os oceanos de todo o planeta, nesta fase de recuperação que agora decorre, depois de décadas de caça intensa que levou ao declínio da espécie e que só se começou a inverter quando as baleias em geral começaram a ser protegidas por tratados internacionais nesse sentido.

Notícias
Argentina
Um golfinho bebé, de dois que arrojaram à costa na praia Santa Teresita, na Argentina, acabou por morrer depois de ter estado demasiado tempo fora de água, porque os veraneantes decidiram tirar «selfies» com ele.
Madagascar
As baleias-de-Omura, (Balaenoptera omurai), só foram identificadas em 2003 no Oceano Indico, na região de Madagascar, por um grupo de investigadores japoneses e a sua identificação só foi possível a partir de espécies mortos e com recurso a testes de ADN.
Baleia arroja à costa em Tavira
Portugal
Uma baleia com cerca de nove metros arrojou morta à praia de Cabanas de Tavira, no Parque Natural da Ria Formosa, durante a noite de ontem. Segundo uma bióloga da Sociedade Portuguesa de Vida Selvagem, que se deslocou ao local, o animal teria já morrido há mais de 24 horas quando chegou ao local.
Jardim Zoológico apresenta nova cria de Golfinho
Portugal
O Jardim Zoológico apresenta, neste início de ano, uma cria muito especial, de Golfinho-roaz. O mais recente habitante do parque veio aumentar a família de Golfinhos e promete fazer as delícias dos visitantes no ano em que comemora o seu 130º aniversário.
Leão-marinho ataca Shakira
África do Sul
A cantora colombiana Shakira teve um fim-de-semana agitado na África do Sul, onde esteve envolvida em dois incidentes distintos com animais selvagens, mas nenhum deles parece ter-lhe tirado a boa disposição ou a vontade de estar próxima de animais que vivem no seu ambiente natural.
Zoos

Oceanário de Lisboa

Lisboa, Portugal

Lojas

Estimanimal

Lisboa, Portugal

Pets for Fun

Maranhão, Brasil

Hotéis

Canil de Veiros

Lisboa, Portugal

Pet Shop Palo Verde

São Paulo, Brasil