Aves Águia-real

Águia-real


Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Ciconiiformes
Família: Accipitridae
Género: Aquila
Espécie: A. chrysaetos

Distribuição
Esta ave pode ser encontrada desde a Europa Ocidental até à Ásia e ao Norte de África, podendo também ser encontrada em grande parte da América do Norte
A águia real vive preferêncialmente nas terras altas e montanhosas, podendo (por enquanto...) ainda ser vista em algumas serras de Portugal, voando em círculos, em busca da sua presa.
O melhor local para ainda observar esta ave, é o interior Norte do país. Ocasionalmente pode ser avistada no Alentejo ou mesmo no Algarve, mas será muito difícil ter esse vislumbre.

As águias reais podem ser observadas com mais facilidade no Parque Natural do Douro Internacional.

Perigos
Estas aves podem já estar extintas na Serra do Gerês e poderá nesta altura ameaçada a sua continuidade nos céus portugueses, principalmente pela caça que lhe foi, e continua a ser, movida por caçadores ilegais sem escrúpulos.
Os postes de alta tensão e as torres metálicas que os transportam também têm sido motivo de muitas mortes.
Por fim, também o envenenamento de muitas aves vem aumentar a desaparecimento acelerado desta espécie.

Tem sido feito um enorme esforço no sentido de sensibilizar os habitantes destas zonas e os caçadores para a importância destas aves, tentando assim minorar estes perigos e pelo contrário contar com a colaboração das populações na preservação das aves de rapina.

Alimentação
A sua visão é excelente, permitindo ver ao pormenor tudo o que mexe no chão. As sua presas são ratos, coelhos e, pontualmente, répteis. O círculo descrito pela águia real serve para observar cuidadosamente cada palmo de terra por baixo de si. Se, eventualmente, algum dos animais que caça se encontrar por lá, atacará em voo picado, de forma decidida, deixando pouco espaço de manobra à sua presa.

Para se manter no ar, a águia aproveita as correntes térmicas, que lhe permitem planar sem qualquer esforço durante algumas horas. Usa a sustentação que as suas asas lhe proporcionam de forma magnífica, batendo-as apenas para se manter na altura desejada.

Reprodução
As águias reais fazem os seus ninhos nas encostas das serras, ou no topo de algumas árvores.
Chegada a época da reprodução, põe dois ovos, que choca durante 38 dias.
Após a eclosão das crias, a alimentação das mesmas é partilhada pelo casal.


Notícias
A sobrevivente
Portugal
A última águia-real do Gerês
Já foram muitas as águias-reais (Aquila chrysaetos) que encheram os céus nos Gerês. Hoje, já só resta uma, solitária, que continua a dar cor aos céus e a fazer acreditar que ainda é possível fazer a reintrodução destas magníficas aves no Parque Nacional da Peneda Gerês (PNPG).

Publicidade


Galeria fotográfica

Classificados
São Paulo, Brasil
Pugs.com.br
São Paulo, São Paulo
Canil Menorah lindos filhotes
costa da caparica, portugal
desaparecido Mitroglu


Bicharada.net
Contacto
Login
Privacy policy