Roedores Hamster-Roboroski (Phodopus roboroskii)

Hamster-Roboroski (Phodopus roboroskii)


Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Rodentia
Família: Cricetidae
Subfamília: Cricetinae
Género: Phodopus
Espécie: P. roborovskii

Outros nomes:
Roborovski hamster (Inglês)
Hamster de Roborovski (Francês)
Hamster nain de Roborovski (Francês)
Hámster enano de Roborovski (Castelhano)

Origem geográfica:
O Hamster Roboroski é o mais pequeno animal domesticado conhecido, já que o comprimento do seu corpo não vai além dos cinco centimetros em média.

É uma espécie nativa do Norte da China e herdou o nome do seu descobridor.

Como animal de companhia:
Ao contrário de outros roedores não há problema em se ter um casal, já que procriam muito raramente, sendo só sexualmente maduros por volta de um ano e produzem
apenas uma ou duas ninhadas durante toda a vida.

Esta pequena criatura, devido ao seu aspecto fofo, delicado e curioso, exerce um grande fascínio nas pessoas e desde há alguns anos que tem sido comum encontrá-lo em lojas de animais.

É uma espécie descoberta recentemente, pois era desconhecido até há uma centena de anos e só desde a década de 70 é que começou a ser criado em cativeiro.

O seu maneio não é simples, embora não seja hábito morderem, são criaturas que rapidamente tentam escapar da mão do dono se tiverem essa possibilidade. Devido ao seu tamanho e sua velocidade pode não ser fácil apanhá-lo de novo, pelo que é preciso ter cuidado quando se faz a limpeza das gaiolas.

Gaiolas:
Como são bastante ágeis e esguios não se recomenda gaiola de barras, sendo o melhor é usar uma gaiola de plástico ou vidro que não tenha possibilidade de alcançar o topo, ou que esta esteja seguramente fechado, dado que como gostam de trepar é muito fácil depois escaparem.

Normalmente tem uma coloração dourada-alaranjada na cabeça e dorso, sendo branca ou acinzentada na
zona abdominal fazendo um contraste interessante. Normalmente tem uma mancha branca à volta do nariz, bem como uma zona branca que rodeia os olhos.

É um animal social, e que se habituado desde novo a conviver com outros da sua espécie pode fazê-lo em harmonia. No entanto uma vida solitária também não o deixa infeliz,emboraem grupo seja mais interessante de observar.

É um roedor nocturno, mas pode ter alguma actividade durante algumas fases do dia.
Tem um temperamento tímido, mas pode proporcionar horas de observação fascinante, dado que adora fazer exercicio numa roda, ou esgueirar-se por todos os recantos e tubos de
uma gaiola. É um execelente trepador e um mestre em se escapar da gaiola se por acaso lhe for dada oportunidade.

Alimentação:
Em relação à alimentação, é parecida com a dos outros hamsters, consistindo em ração normal para hamster que se pode encontrar nas lojas de animais que deve estar sempre disponivel, acompanhada ocasionalmente de alguns vegetais.
Boas guloseimas para eles que podem ser proporcionadas de vez em quando são milho doce, cenouras e sementes de girassol que adoram.

Devem ter também um biberon de água com bola rotativa sempre disponivel.

Esperança de vida:
Infelizmente, como a maioria das espécies dos hamsters o seu tempo de vida não é muito longo, podendo todavia chegar aos 3 anos. No entanto é sempre fascinante observá-los no seu pequeno mundo e conquistam-nos pelo seu aspecto terno e fofo.

Rui Martins
CAPI
- Clube dos Amigos dos Porquinhos-da-índia
http://capi.no.sapo.pt


Publicidade


Galeria fotográfica

Classificados
São Paulo, Brasil
Venda de Filhotes
Porto, Portugal
Procuro Cavalo Lusitano
Carnaxide, Portugal
Cão encotrado em Carnaxide


Bicharada.net
Contacto
Login
Privacy policy