Répteis e anfíbios Jararaca-Ilhoa (Bothrops insularis)

Jararaca-Ilhoa (Bothrops insularis)


Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Squamata
Subordem: Serpentes
Família: Viperidae
Género: Bothrops
Espécie: B. insularis

Outros nomes:
Golden lancehead (Inglês)

Distribuição geográfica:
Esta serpente só existe na Ilha da Queimada Grande, na Costa do Estado de São Paulo, Brasil.

Alimentação:
Por viver isolada numa ilha, esta espécie desenvolveu hábitos muito próprios, como subir às árvores para apanhar aves, ou para comer os seus ovos, únicas fontes de alimento disponível. Esta espécie também desenvolveu hábitos alimentares diferentes da maioria das cobras, uma vez faz refeições muito espaçadas por não haver muito alimento disponível.

Estado de conservação:
Em geral, não corre grandes riscos de desaparecimento, por esta zona ser vedada por completo ao público, só estando autorizada a visita à Marinha Brasileira e a investigadores autorizados. Estima-se que possam existir entre 5000 e 6000 destes animais nesta pequena ilha. O veneno desta espécie é muito mais forte que o das jararacas continentais, tendo já dado origem à morte de muito incautos que, ignorando os avisos existentes na ilha, se aventuraram na sua exploração.

Reprodução:
As jararacas são ovovivíparas, portanto as crias desta espécie já nascem completamente desenvolvidas e prontas para caçar ao fim de algumas horas. Normalmente, e por ninhada nascem, cerca de 12 pequenas serpentes.

Tamanho:
Os animais desta espécie costumam ter até 1,0 m.


Publicidade


Galeria fotográfica

Classificados
São Paulo, Brasil
Venda de Filhotes
Porto, Portugal
Procuro Cavalo Lusitano
Carnaxide, Portugal
Cão encotrado em Carnaxide


Bicharada.net
Contacto
Login
Privacy policy