Répteis e anfíbios Cascavel-diamante-ocidental (Crotalus atrox)

Cascavel-diamante-ocidental (Crotalus atrox)


Reino: Animalia
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata
Classe: Reptilia
Ordem: Squamata
Subordem: Serpentes
Família: Viperidae
Subfamília: Crotalinae
Género: Crotalus
Espécie: C. atrox

Outros nomes:
Cascavel-do-Texas
Western diamondback rattlesnake (Inglês)
Crotale diamantin de l'Ouest (Francês)
Crotale du Texas (Francês)
Crótalo diamante occidental (Castelhano)

Distribuição geográfica:
Esta espécie pode ser encontrada nos EUA, sobretudo Califórnia, Arizona e Texas, e ainda em quase todo o território do México. Vive em zonas áridas e semiáridas, evitando as florestas.

Os habitantes destas zonas temem estas cobras já que é, localmente, o animal que provoca mais vítimas humanas. O ruído provocado pelos anéis da sua cauda afasta humanos, predadores e os animais de grande porte que de si se aproximem.

Alimentação:
A base da alimentação destes animais consiste em pequenos roedores, como ratos e pequenos coelhos. No entanto, também se alimenta de outros répteis, serpentes e lagartos e, ocasionalmente, de aves.

Estado de conservação:
Não se encontra sob qualquer ameaça importante apesar de, em certas zonas, ser intensamente caçada, para lhe ser retirada a pele. Noutras zonas, onde as cidades e as estradas floresceram, as cascavéis desta espécie mostraram saber adaptar-se rapidamente.

Reprodução:
Esta espécie é ovovivípara, nascendo entre 10 e 20 crias perfeitamente desenvolvidas, depois de terem estado em desenvolvimento no interior da mãe durante cerca de seis meses.

Tamanho:
As cobras desta espécie medem geralmente entre 1,5 e 1,8 metros.

Longevidade:
Esta cobra tem uma esperança de vida que ronda os 20 anos.

Estatuto de conservação:
Pouco Preocupante (IUCN 2007)


Publicidade


Galeria fotográfica

Classificados
São Paulo, Brasil
Venda de Filhotes
Porto, Portugal
Procuro Cavalo Lusitano
Carnaxide, Portugal
Cão encotrado em Carnaxide


Bicharada.net
Contacto
Login
Privacy policy